sábado, 30 de julho de 2011

As cidades e seus fotógrafos históricos

A cidade, campo de batalha entre a estruturação geométrica de suas construções e a insinuância irrequieta de habitantes e transeuntes, é matéria prima inescapável para os fotógrafos...
Mas, nem todos fazem dela o seu motivo central, conseguem fotografá-las de forma disciplinada, dedicam-lhe toda uma obra... Na prática, apenas alguns poucos tornaram-se fotógrafos históricos das cidades em que nasceram, viveram ou investiram, por um tempo, o seu talento. Se o fizeram, não terá sido só por paixão pessoal ou exigência da profissão, mas, talvez mais certamente, por uma criativa harmonia entre estes tão poderosos impulsos.

Entre as muitas exposições do FotoRio 2011, algumas recuperam as fotos históricas (e as próprias histórias) de fotógrafos que, identificados com as suas (ou mesmo outras) cidades, transformaram-se em guardiões (e também mensageiros) das imagens de seu passado.

Um exemplo clássico, é a obra do fotógrafo “ítalo-gaúcho” Virgilio Calegari, apresentado na exposição “Um Cavaliere entre dois mundos”, um destaque no FotoRio. Chegando ao Brasil com 13 anos de idade, ainda no século XIX, Calegari fotografou Porto Alegre de tal forma que “ajudou a criar e popularizar a imagem da pequena capital que se pretendia grande”, no dizer da curadora da exposição, Sinara Sandri. Em 1910, no auge da carreira, com vários prêmios internacionaisl, recebeu de seu país a comenda de Cavaliere, pela contribuição à cultura italiana e pelo seu sucesso no exterior. 
Pça XV, esq Mar.Floriano, Porto Alegre -Virgilio Calegari, 1910
Estes fotógrafos, que produzem a memória visual das cidades, são típicos das grandes metrópoles, cujo crescimento e modificações acompanham por décadas. Mas, ainda no FotoRio, temos um belo exemplo em um âmbito regional, a exposição “O Sal da Terra” (prorrogada até 14/08/11), com fotos de Wolney Teixeira, que documentou a Região dos Lagos, RJ, entre os anos 30 e 70 do século XX.

Largo de Santo Antonio, canal de Itajuru e rua da Praia - Cabo Frio - Wolney Teixeira, 1948
Além das salinas, praias, restingas, as pescarias, as festas e os políticos, suas fotos mostram “a vila colonial que permaneceu intocada até os anos 50, quando a cidade passa a adquirir feições de balneário turístico”, como destaca Mauro Trindade, que editou, para a exposição e futuro livro, os mais de 10.000 negativos guardados pelo filho do fotógrafo.
Centro de São Paulo - Cristiano Mascaro, c. 1985



Outras visões das cidades dependem de um olhar especial. No correr do século XX, vários fotógrafos fizeram leituras particulares de certas cidades utilizando técnicas específicas, conseguindo dar às fotos um tom autoral, que se descola do registro “realista” do período inicial da fotografia.

Um exemplo é o tratamento altamente formal, aparentemente distanciado, do fotógrafo, professor e arquiteto Cristiano Mascaro em suas fotos de São Paulo: com um denso preto e branco e em formato quadrado, como se retratasse a personalidade da cidade. Um trabalho que se tornou, através de livros e exposiçoes, pelo apuro das imagens, um marco visual da cidade de São Paulo: “ele é um mestre no que se refere à percepção da arquitetura como protagonista”, declara o crítico Agnaldo Farias.

Elev. Lacerda e Merc. Modelo, Salvador - Cesar Duarte, 2008
Cesar Duarte, mais jovem e menos conhecido fotógrafo carioca, além de registros para a Prefeitura do Rio, também fez, como expressão pessoal, uma escolha técnica: usando o mote “cidade iluminada” para seus livros , fotografou Rio de Janeiro e Salvador em um horário especial, a chamada “twilight zone”, a passagem do dia para a noite, o momento em que a luz natural do fim da tarde se equilibra com a luz artificial dos interiores e da iluminação pública, o que possibilita criar fotos surpreendentes de locais conhecidos.



Um dos nossos grandes fotógrafos-historiadores, Augusto Malta, também trabalhou, no início do século XX, para a Prefeitura carioca (que conserva seu acervo), fazendo desta posição profissional a base de sua obra. Em mais de 30 anos, Malta registrou do cotidiano aos mais dramáticos acontecimentos da cidade: a construção da Av. Rio Branco, a destruição do Morro do Castelo, a vida nas cabeças-de-porco, o surgimento das favelas, as revoltas, os carnavais, tudo...

Av. Rio Branco, Rio de Janeiro - Augusto Malta, 1923


Outras grandes cidades brasileiras têm seus fotógrafos-historiadores e, no correr do século XIX, um dos mais importantes foi Militão Augusto de Azevedo, um ator carioca que, ao se mudar para São Paulo,  torna-se fotógrafo de retratos. Anos mais tarde, faz uma grande obra como paisagista, deixando como principal legado, o "Álbum Comparativo de Vistas da Cidade de São Paulo (1862-1867)", publicado em 1887.

Igreja N. S. dos Remédios e Pátio da Cadeia, S. Paulo - Militão, 1862
Certamente, o maior deles (entre muitos!..) foi Marc Ferrez, que tem a sua extensa obra bem preservada. Xará de seu tio, um escultor que veio para o Brasil com a Missão Francesa em 1815, nasceu no Brasil e foi criado na França, mas trabalhou como fotógrafo no Brasil por mais de meio século (de 1865 a 1918), dedicando-se especialmente aos temas e paisagens de sua cidade natal, o Rio de Janeiro.

Cais dos Mineiros, Candelária e centro do Rio, fotografados da ilha das Cobras - Marc Ferrez, 1885



No correr do século XIX, diga-se de passagem, o Rio de Janeiro foi das cidades mais  fotografadas em todo mundo. Afinal, até mesmo Pedro II, o Imperador, era fotógrafo...

Toda cidade tem a fotografia em sua história e eis aí uma bela tarefa, fazer este levantamento, Brasil a fora: quem são os "fotógrafos históricos" de sua cidade?...
Cartas para a redação deste blog.



Neste 1º de Agosto, o blog A Foto Histórica (e suas histórias) no Brasil 
completa um ano de circulação, passando de 3000 acessos mensais.











O autor agradece a todos, e em especial aos que colaboram com comentários.

23 comentários:

Patrícia Mafra disse...

adorei, Guina!
boa semana.
pat

Anônimo disse...

Parabéns,Aguinaldo pelo tema a foto histórica no Brasil e um ano de vida com 3000 acessos!Abraços,Brasil-Rio de Paneiro-Pernambuco,Jorge Eduardo-cidadão

Marcos Cunha disse...

jóia

abs, marcos

Elisa Ramos disse...

Muito bom, Guina.
Parabéns.

ELISA RAMOS
Fotógrafa / Jornalista

André Vilaron disse...

Guina querido,
parabéns, que beleza o trabalho!
Abração,
André.

Humberto Borges disse...

Aguinaldo,

Parabéns pelo aniversário do blog,
parabém pelo blog aniversariante.
É excelente.
Outro abraço, Humberto Borges.

Madalena Barranco disse...

Olá Guina,

Fotos que nos levam para uma viagem no tempo... A de São Paulo me fez sorrir: edifícios e suas luzes.

Abraços - parabéns pelo merecido sucesso de seu blog.

Madalena

Mauro Trindade disse...

Local da foto de Wolney Teixeira: Largo de Santo Antonio. O tropel de cavalos vinha do interior do estado trazendo fumo, banana, farinha e outros alimentos, uma prática que se estendeu até os anos 70 em Cabo Frio. O casario colonial ao fundo fica à beira do Canal Itajuru, no que era então conhecido como Rua da Praia. As feições coloniais da cidade resistiram até os anos 50, quando edifícios passam a ocupar a paisagem urbana. A foto é de 1948.

Marcel W. Alves disse...

Parabéns pela postagem mais recente e o grande numero de visitante.
É muito legal.
Abraço.
Marcel.

Maria Pace disse...

Guina
Adorei essa materia que também faz parte do meu projeto de tese e foi muito bem tratada PARABENS
abços
Maria Pace

Maria Helena Leitão disse...

Esse seu "As cidades e seus fotógrafos históricos" me fez ter vontade de escrever para você hoje. Agradeço muito a inclusão do meu nome na sua lista de destinatários (...)
Sou eu quem agradece, pode crer, seu blog é muito interessante (além de educativo etc etc). Eu "viajo" muito quando leio os "coleguinhas" dai. Já não escrevo mais - preguiça ou falta de hábito? - mas leio tudo que me mandam pois os amigos e colegas que deixei aí, em 79, são maravilhosos e estão sempre atentos para que eu não fique por fora do que acontece por ai.
Um abraço e até outra vez,
mhelena
(por e-mail, de Madri, Espanha)

MEMÓRIAS CAMINHADAS disse...

Guina,
Parabéns, por esse um ano de existência do blog!!! Você tem nos presenteado com sua arte, com suas informações, com sua criatividade. Estou sempre aprendendo quando acesso o blog.
Essa postagem " As cidades e seus fotógrafos históricos" me trouxe muitas lembranças, de uma cidade querida, onde vivi por muitos anos.
Mexeu com meu coração!!!
Beijos
Márcia Hortência

Sandra Moura disse...

Oi Guina,
Estamos chegando de Vancouver onde fomos para um congresso. A cidade é nova, mas lindas fotos pude fazer. Um pouco mais reflexiva, creio que desta vez me senti realmente fotografando. Valeu todo meu estudo por mais de um ano, exposições, seminários e leituras principalmente do seu blog que está completando um ano. Meus parabéns, o sucesso é justo. Parabéns também pelo belo texto que acabo de ter o prazer de ler “As cidades e seus fotógrafos históricos”.
O Carlos leu a sua matéria e também adorou.
Desejo que você sempre dê sua contribuição para o bem da fotografia e de nós fotógrafos

Beijão grande da
Sandra Moura

Mauro Trindade disse...

Guina, obrigado.
E esqueci de te elogiar o Blog, grandes fotografias e ótimos comentários.
Mauro Trindade

Joana Vargas disse...

Oi Guina,
Grata pelas fotos incríveis que você tem nos enviado. E agora essa maravilhosa viagem no tempo...
Grande abraço,
Joana

Pedro Afonso Vasquez disse...

Caro Aguinaldo,
Meus sinceros parabéns pelo primeiro aniversário de seu belo e útil projeto, ao qual desejo muitos anos de produtiva vida.
Pedro Vasquez

Sergio Araujo disse...

Beleza, Aguinaldo.
Muito boa a abordagem. Parabéns pelo aniversário do blog.
Quanto aos fotógrafos do Rio, eu tenho um certo prazer em fotografar essa cidade e mostrar um pouco de seus mistérios, lá no site, num tópico chamado Cantos do Rio, que já tem alguns anos de vida.
http://www.sergioaraujo.com/sergio/cantosdorio/framecanto.htm
Parabéns mais uma vez pelo blog.
Grande abraço,
Sergio Araujo

Rosa Roldán disse...

Aguinaldo,
muito obrigada por este documento precioso e tão encantador.
Beijos,
Rosa

Edison Ciuffo disse...

Aguinaldo,
Simplesmente espetacular.
Grato pelo envio e 1 bom dia.
Edison.

Maria de Fátima Teixeira Lisbôa disse...

Maravilhoso, agradeço por ter me enviado.
Fátima.

vera sayão disse...

Parabéns!! Feliz Aniversário para o Blog e que esse seja só o primeiro de muitos!
Bjs
Vera Sayão

Roberto Ferreira disse...

Muito legal!!!
Parabéns pelo trabalho!
Abs,
Roberto Ferreira

Edison Ciuffo disse...

sensacional